Informações e vendas: (62) 3240-2300
Portal do corretor Portal do cliente

Blog

Mais lidas

Home    /    Adão News: Arquitetura autoral, a nova aposta das incorporadoras

Imóveis, Mercado Imobiliário, Tendências

16/05/2022

Adão News: Arquitetura autoral, a nova aposta das incorporadoras

O mercado imobiliário segue sendo um dos segmentos econômicos que mais crescem no país, principalmente quando trata-se dos empreendimentos de luxo. Dito isso, quando uma pessoa compra um apartamento, ela está em busca de vários diferenciais.

Seja para morar ou investir, ao adquirir um imóvel, o cliente sempre almeja algo que o destaque dos demais. Portanto, saber explicar o porquê da arquitetura do empreendimento, seguir um conceito e apresentar um visual específico, pode ser decisivo na hora da venda.

Pensando nisso, reunimos tudo o que você precisa saber sobre a arquitetura autoral, a mais nova aposta das incorporadoras e a menina dos olhos de muitos arquitetos. Muito além de criar prédios bonitos, esse estilo propõe-se a reformular espaços. 

O que é a arquitetura autoral?

Fugindo da arquitetura tradicional, a arquitetura autoral ou assinada propõe-se a fugir do comum. Em suma, a ideia é dar liberdade para que o arquiteto e urbanista desenvolva um projeto inteligente, pensado tanto no morador do empreendimento quanto no cidadão.

Dessa forma, dizer que um imóvel conta com arquitetura assinada significa que ele foi pensado não só para ser único, como também para integrar-se de forma harmônica com o espaço no qual foi ou será construído. E, pode ter certeza de que isso faz toda a diferença.

Veja bem, em tempos onde tudo é trabalhado em torno da imagem, o visual é essencial para o fechamento de um negócio. Contudo, apesar de ser a primeira coisa a chamar a atenção de um cliente na hora da compra, o visual é seguido pela funcionalidade.

A arquitetura autoral desenvolve empreendimentos pensados, projetados e desenhados para um ambiente específico. Como resultado disso, encontramos plantas bem dimensionadas, projetos eficientes e uma utilização inteligente do espaço.

Basicamente, o estilo assinado apresenta construções únicas, o que acaba valorizando os imóveis com o passar do tempo e, por isso, tem atraído investidores que estão enxergando isso como uma oportunidade.

O papel desse estilo arquitetônico

Muito além de apresentar empreendimentos que destacam-se pelo visual ímpar, a arquitetura autoral visa tornar-se importante para o bairro, região e cidade. Então, a ideia não é seguir modas ou criar tendências, embora, vez ou outra, isso aconteça.

Portanto, quando falamos que um projeto arquitetônico é assinado, pode-se saber de imediato que houve um estudo em torno da região que precedeu o desenvolvimento do perfil do produto que ali seria inserido.

A ideia é pensar além do prédio individualmente, levando em consideração a influência que o empreendimento terá na cidade e na região na qual está localizado. Isso demonstra o papel social, cultural e até mesmo histórico que as incorporadoras têm com o município.

Segundo Otavio Zarvos, sócio e fundador da incorporadora Idea!Zarvos, cabe às construtoras entregar prédios funcionais, de muita qualidade e estéticamente bonitos, algo que só torna-se possível através da arquitetura autoral.

“Tem que ser bonito, perene e funcional”, diz o arquiteto. A ideia é que o prédio cuide da transição entre os espaços público e privado. Por isso, todo prédio deve partir de um propósito e responder a seguinte pergunta: por que construí-lo e para qual finalidade?

Assinatura e investimento

Assim como dissemos acima, a arquitetura autoral tem chamado a atenção de investidores. Isso ocorre porque, mesmo contando com um custo maior na hora da construção, o ganho em torno da valorização do imóvel acaba compensando os gastos.

Tanto a parte estética quanto as plantas inteligentes geram maior lucratividade para quem decide investir em um empreendimento com arquitetura assinada. Além disso, como o imóvel é pensado para agregar na região em que está situado, a valorização é certa.

"Os projetos são bonitos, diferentes entre si e podem trazer uma coleção sequencial de cartões postais para a cidade”, explica Carlos Terepins, presidente da Nortis, incorporadora paulista que tem apostado na arquitetura autoral em seus empreendimentos. 

Além disso, Ana Lúcia Constantino, é a prova de que o design e o conceito de um imóvel são cruciais na hora de fechar um negócio. Só para ilustrar, a farmacêutica adquiriu um apartamento mesmo sem entender as tecnicidades da arquitetura.

“O apartamento vem com janelas do chão ao teto e vidros que ajudam a manter a temperatura do ambiente. Eu e meu marido não temos conhecimento técnico sobre arquitetura, mas o imóvel chamou a atenção”, compartilhou ela.

O destaque da arquitetura autoral em Goiânia

Embora São Paulo seja a cidade pioneira nesse estilo aqui no Brasil, seguindo o que já vem sendo implementado em cidades como Tóquio e Berlim, Goiânia não está ficando muito atrás. A referência mundial no estilo art déco, tem investido em imóveis assinados.

O arquiteto Frederico Bretones, responsável por desenvolver o exterior do Gyro Rooftop, sucesso de vendas das Opus Incorporadora, ressalta a importância de investir na arquitetura autoral. Além disso, compartilhou as referências que influenciam o estilo.

“O profissional de arquitetura reflete a bagagem de história, estudos, uma formação multidisciplinar que vai moldando nossa maneira de pensar. A inspiração vem desde grandes arquitetos à pinturas e da natureza”, disse ele.

Vale pontuar que o Gyro Rooftop ganhou o prêmio Master Imobiliário de 2021, na categoria soluções arquitetônicas. Ademais, Bretones também é responsável por assinar outros empreendimentos da Opus, como o edifício corporativo Pateo 136, as torres irmãs Sunna e Selena e o mixed use Geo 136.

A arquitetura autoral goianiense em breve contará com prédios como o Lodge, lançamento da Sousa Andrade Construtora que busca inovar na mescla do design com o bem-estar; e o Arte Square, cuja proposta é ser um lugar para se inspirar com tudo ao seu redor.

E então, já conhecia a arquitetura autoral? O que achou dessa tendência do mercado imobiliário? Compartilhe sua opinião com a gente e não deixe de assinar nossa newsletter e nos seguir nas redes para não perder nenhum Adão News. Um abraço e até segunda!

Fontes: Conecta iMobi, Estadão, Valor, A Redação.

Voltar